sexta-feira, 8 de maio de 2009

Casamento sacramento de ambos os conjuges

Matrimónio: Tinha mta razao o PaPa Joao Paulo II .É sim um sacramento mto sério , quem não tomar em sua consciência , tal acto é por dois motivos, quais são eles? 1º está a brincar com os sentimentos, do parceiro ou a vice-versa , aqual isso não se deve fazer.
E depois se realmente vem de familia católica , e casam por Igreja estão unicamente a brincar onde colocaram os pés no dia do seu casamento, que é a Igreja aqual deviam ter juizinho, antes e pensar o que vai fazer á Igreja , se é para realmente aguentarem, ambos até á morte ou fazer chacota da Casa do Pai (desculpem , mas sou assim)o que acho horrivél.Se por acaso há ou existe uma leve descordancia, entre os dois, tentam dialogar, se o dialogo não chegar .A melhor coisa é irem a um Psicologo, para os ajudar pois, ele terá suas sugestões de terapia, para poder, encaminhar um casal, que esta ás avessas (rsrs)Mas se nós nos realizarmos na vida de consagrados, tambem se sofre.Então tem que ter os seus direitos de opção.
Questão de viver juntos , acho favas mal contadas pois é só para satisfação sexual, porque (AMOR) ai nada há e também, monetariamente querem estar cobertos ou ele, com ela ou ela com ele se forem ricos .Nunca podem dizer, como o disse numa das minhas postagens. Ele nao pode dizer, ela é a minha esposa e ela dizer ele é meu marido, ai ninguem é de ninguem .
Para se casar deve haver sacrificio, de ambas as partes não só de uma parte.
São os tais sacramentos que infelismente mtos casais , não querem assumir

Um comentário:

Lidia Paz disse...

O matrimônio foi instituído por Deus, o ambos deixam pai e mãe e vão viverum para o outro, o que hoje em dia estar mt difícil essa comunhão matrimonial, por diversas razões,razões tal que foge do principio "até que a morte os separe" como vc disse tem de haver renúncia de ambos, bem flexibilidade, doação, companheiríssimo, reconhecimento, gratidão, amizade, amor,respeito um de tudo um pouco, por que vem a discorcância...ai separam hoje muito mais por incompatibilidade, e buscam encontrar o parceiro ideal que não existe, todos teêm defeitos, tanto o homem com sua característica de macho é quem menda, dita regras e4 qdo amulher vem com seu poder feminista que tb manda o barco afunda, não pode haver dois remando por caminhos e vontades diferente.